A Corrida Para o Proposito de Deus




Resumo

A maioria dedicam suas vidas em busca do sucesso, visando apenas os valores materiais. Poucos alcançam estes valores, mas, quando o fazem, percebem que ainda falta lhes falta algo. Só Deus pode preencher este vazio na nossa alma, e assim ele nos incentiva a nos esforçarmos para alcançar a recompensa maior: a vida eterna em Cristo Jesus.

Introdução

Sabemos que o atleta no mundo corre por um prêmio corruptível, também sabemos que nós, os servos do Senhor, corremos igualmente por uma recompensa não corruptível que é a vida eterna, por uma coroa, a coroa da vida. O Senhor deseja nos falar sobre a nossa corrida rumo à eternidade.

Preparo do atleta na terra

O atleta que não é servo se abstém de muitas coisas ou renuncia a muitas coisas; renuncia à vida social, alimentação, vestimentas, família, lazer, vício, etc.

Ele tem que estar totalmente concentrado no seu objetivo, que é receber o prêmio. A  alimentação não é a que ele gosta, mas a que ele necessita. A família fica em segundo plano, porque ele passa horas treinando, concentrado, etc.

A vestimenta tem que ser apropriada para não causar dificuldade na corrida. Eles fazem todo esse esforço sem ter certeza de que vão alcançar o prêmio, pois podem aparecer obstáculos que os impeçam. Por exemplo: pode surgir um melhor do que ele, ou pode acontecer um problema físico, e assim por diante.

Preparo dos servos de Deus

Os servos também se abstém das mesmas coisas que o atleta.

Por que renunciamos à sociedade corrompida? Porque para corrermos bem, como disse o apóstolo Paulo, a carreira que nos está proposta, precisamos andar ou viver na orientação do Espírito Santo.

“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.” Lc 9:23

Tomar a cruz significa renúncia ao nosso próprio eu (o viver segundo a carne). Renunciamos à alimentação que o mundo oferece como Daniel, que se absteve dos manjares do rei. A vestimenta do “atleta” (incluindo as servas), deve ser purificada no sangue de Jesus, isto é, vestes santas.

Devemos produzir o fruto do Espírito Santo: domínio próprio, paciência, etc.

Com relação à família, a Palavra de Deus nos ensina que aquele que não deixar pai e mãe por amor do Senhor Jesus, não é digno dele. Em que sentido? No sentido de colocarmos o Senhor em primeiro lugar.

No que tange ao lazer: nós nos abstemos do lazer que o mundo nos oferece para nos alegrarmos na orientação do Espírito Santo, na verdade nos abstemos somente daquilo em que o pecado está envolvido.

Já os vícios, o Senhor retira de nós aquilo que nos faz mal, exemplo: o alcoólatra prejudica a sua saúde, a sua família, e principalmente a sua vida espiritual.

Conclusão

O atleta perde para ganhar, Paulo escreveu aos Filipenses: “mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo” Fp 3:7. Assim como o atleta obedece ao seu instrutor para conseguir o almejado prêmio, sem ter certeza de que conseguirá, o servo do Senhor é obediente às orientações do seu conselheiro, o Espírito Santo, e luta com a certeza de que se andar nesta direção, na revelação, conseguirá alcançar o projeto de Deus para sua vida.

Para Deus não há melhor nem pior, maior nem menor, é só corrermos, não olhando para trás, não nos embaraçando com as coisas dessa vida, não desistindo de perseguirmos o alvo.

Assim como Deus deu a ordem para Israel comer o cordeiro apressadamente, antes de sair do Egito, porque Faraó estava no seu encalço, devemos obedecer ao nosso guia, porque a volta de Jesus está muito próxima e não podemos correr o risco de ser surpreendidos pelo adversário e, desanimados, perdermos o nosso prêmio.

Eli – corria bem até que perdeu o ânimo de lutar. 1Sm 3:2, 1Sm 4:18

Elias – também acomodou-se, mas recebeu o renovo do Senhor e pode caminhar até o dia do seu arrebatamento. 1Rs 19, 2Rs 2:11

Vamos buscar o renovo, para continuarmos a nossa caminhada e alcançarmos o prêmio que é a vida eterna.

A renúncia para seguir a Cristo é passo importante nesta carreira para a eternidade. Para sermos atletas conscientes, temos que reconhecer que precisamos renunciar ao mundo com seus prazeres, a opinião dos amigos, abrir mão da nossa razão dando a direção da nossa vida ao Espírito Santo.

Mt 6:33

“Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça e as outras coisas vos serão acrescentadas”

J.B.F.

LEVANDO A PALAVRA DE DEUS

Obrigado.